A importância da mãe no casamento

Mães são anjos em nossas vidas e isso todo mundo sabe!

Mas porque a mãe é tão importante no casamento?

Separei 3 bons motivos: o primeiro é porque elas são a nossa primeira referência do que é ser casada, a segunda é porque (na maioria das vezes) quem casa cedo como eu, ainda tem muitas amigas solteiras, e isso não é ruim, mas tem muitos assuntos os quais não conseguimos conversar… e o terceiro é que o colo de uma mãe, sempre vai ser aquele aconchego gostoso da pessoa que te deu a vida!

Esse post foi idealizado devido a semana do dia das mães, aproveitando para homenagear a importância delas em nossas vidas, ainda que sejam vidinha de casadas!

A mãe do marido também é importante na vida dele, pois também é q primeira referência de esposa que eles têm. Existe uma projeção que o homem ou a mulher podem fazer quando encontram a pessoa certa, e algumas vezes os homens casam com mulheres exatamente iguais às suas ou o extremo oposto, por motivos do subconsciente.

Entender a presença de um genro ou uma nora nas vidas das mamães nem sempre é uma missão fácil, como já conversei com varias amigas minhas que comentaram isso achei importante fazer essa ressalva.

Acredito que o ponto chave é quando as mães entendem que as noras não vão tentar ocupar o lugar delas, afinal sempre serão mães e muito menos os genros vão cortar a ligação que as filhas tem com suas mães.

Uma dica boa é continuar tendo programas individuais com as mães, seja para ir ao mercado ou colocar a fofoca em dia! Isso fortalece aquele laço que parecia ter sido “cortado” após o casamento. E nesse dia aproveitar para trocar experiências e debater algumas dificuldades que possam ter passado no início da relação delas!

Por fim, lembre-se que sua mãe sempre teve você por perto e é difícil para elas ficarem sem te ver em casa ou sem aquela amiga para conversar, parceira de arrumar a casa… coloque-se no lugar dela, a sua anjo da guarda!!!

Até a próxima quinta!!!

Gi Beluca

As brigas!

Brigar dói. Brigar machuca. Brigar é feio.

Aprendemos isso quando somos pequenos, nossas mães sempre nos ensinaram a fazer as pazes e não brigar com quem amamos.

É um assunto tão delicado… Cada um tem um entendimento sobre brigar. Tem casais que vivem brigando, mas que sabem lidar com isso muito bem. Tem casais que nunca brigam, por medo de não conseguir suportar tal sentimento de discutir.

A briga provoca desequilíbrio. Na mente, no corpo, na casa. Porque brigamos, então?

Quando namorados é tão mais fácil… terminamos aquela discussão e muitas vezes vamos para casa, refletir, pensar, se arrepender ou não, dar tempo ao tempo.

E acho que essa é a principal diferença de quando somos casados, ou moramos na mesma casa. Simplesmente não tem como, porque e nem para onde fugir. Você acaba aprendendo que se escolher brigar vai ter que lidar com aquele sentimento. Um dos dois vai ter que ser mais forte, vai ter que acolher, ceder e posteriormente pedir desculpas.

Mas sabe quando um casal sabe brigar verdadeiramente? Na minha opinião é quando fica tão difícil brigar, que os dois param e se olham e dizem: eu te amo tanto, porque estamos brigando?! Vem cá, me abraça, me perdoa pelas coisas as quais eu disse!

“Brigamos, então, porque temos que aprender a perdoar? Ou perdoamos porque sabemos que o desequilíbrio desconstrói a relação?” Acredito que essas duas coisas estão intimamente ligadas.

Tente lembrar-se das últimas vezes em que brigaram como foi o desfecho. Cada casal tem a sua forma de se perdoar. Mas no fundo, no fundo, o que mais queremos é aquele momento final da briga em que um olha pro outro e após digerir o que acaba de acontecer, perdoa. Verdadeiramente.

Ah, o amor… ele é tão gostoso de sentir! Se você que está lendo briga muito, ou acabou de brigar com a pessoa que ama, pense nisso!

Que vocês tenham uma semana de paz na relação de vocês!

Vibrações positivas!

Gi Beluca.

O ciúmes!

Falar sobre ciúmes é um tema complicado. Essa frase pode parecer vaga, mas você não tem como negar que É COMPLEXO!

Olhando para algumas experiências de relacionamento que já tive, consigo citar alguns motivos pelos quais o cara era ciumento: não gostava da roupa, não gostava do jeito que eu falava, não gostava da minha maneira de expressar afeto, não gostava dos lugares que eu frequentava, não gostava dos meus amigos, não gostava… NÃO GOSTAVA DE MIM.

Que? Isso mesmo! Acho que o ciúmes tem a ver com o nível de maturidade do seu relacionamento e o quanto a pessoa confia em você. Se você tiver que mudar quem você é para agradar alguém, pode PARAR!

A leitora que pediu para eu escrever sobre esse assunto é minha amiga @thaiana.sd – ela tem um brechó online super fofo e confiável o @essencianativabrecho – Outra amiga que comentou que gostaria muito de ler sobre esse tema é a @julianadiniz, minha amigona de São Paulo! E foi legal elas terem mencionado esse tema, porque muitas mulheres passam por situações, às vezes até desconcertantes, nos relacionamentos e isso as faz repensar sobre a pessoa que está ao seu lado!

E deve mesmo repensar, pelo menos é assim que eu enxergo o ciúmes na relação.

Agora vamos falar de casais que não demonstram ciúmes? Que? Isso existe? Sim, existe. E na minha opinião támbem não é saudável, pois a pessoa tolerar tudo támbem demonstra que ela não se importa com a sua maneira de agir, acaba não demonstrando o que está sentindo por medo daquela DR, ou medo de se posicionar sobre algum assunto!

O que realmente torna uma relação difícil é quando tem aquele tipo de provocação: “você viu como fulan@ olhou para você?”. Gente, isso não é legal, mais do que isso, é super prejudicial para a relação! Você está fazendo a pessoa enxergar a outra de uma forma que ela nem tinha percebido, está facilitando qualquer problema na relação de vocês por causa de um comentário bobo!

Relação a dois é PRIVADA. Sua amiga não precisa saber o que acontece entre quanto paredes! Isso pode também despertar interesse sexual do seu amigo ou amiga pelo seu parceir@! E acaba sendo involuntário, porque se você fala que é muito bom a pessoa vai ficar com aquela pulguinha atrás da orelha!

Preserve o que você tem com a pessoa a qual você ama. Valorize todos os gestos de amor e de carinho, mas não precisa sair espalhando para todo mundo e contando em todas as suas redes sociais! Se você acredita em energia vai entender mais ainda do que eu estou falando!

O ciúmes tem que ser SAUDÁVEL! Ver o seu amor tod@ cheiros@ e bonit@ e sentir aquele ciuminho, saber que no trabalho da pessoa tem outras mulheres ou homens que podem ser atraentes, mas acima de tudo saber que voce é a pessoa que seu parceir@ escolheu seja para namorar, casar ou morar juntos!

Conta pra mim o que achou desse tema!

Támbem estou no Instagram, acompanhe minha vidinha casada em @gibeluca

Até quinta que vem!

Gi Beluca